Category Archives: movie land

movies !

I am BACK!

Olá pessoas desse mundo e de outros.

Exatamente hoje fazem três isso mesmo, se matem! ou melhor me matem! meses que eu não posto aqui… e acreditem, não foi por falta de vontade, e sim por falta de tempo e assumo que é também pq dei uma diminuida nas minhas leituras de forma drastica, e li muuuuuuuuito romance de banca. .

Mas, meu “coma” acabou, assim…

ACÁ ESTOY! espanhol péssimo o meu

antes que seja colocada na fila do fuzilamento…. HOJE AINDA NÃO TEM REVIEW!

eu explico o motivo:

como alguns sabem, eu Mads, sou formada em arquitetura e fazia pós graduação, até que algo bateu em minha porta mental e falou “Psicologia”… assim estou fazendo uma seguda faculdade… PSICOLOGIA!

e já aviso que algumas de minhas reviews vão mudar um pouco, e vai ser meio divã hahahahaha metaforicamente falando ou serão meio CSI, eu irei te analisar, ok ok! brincadeiras a parte. só falo, que estou amando. :3

então, agora finalmente, depois de enrolar, vou falar o que eu quero falar hoje…

JOGOS VORAZES…

 

creio que a maioria ou grande parte das pessoas que leram, ou querem ler, ou sabem o que é, estão surtando de ansiedade, curiosidade, nervosismo, e mais alguns ismos possiveis. irmãos, orai! eu sei que eu estou com alguns ismos em relação ao filme e ouca tb, louca.

uma masterpiece literária, e logo, é esperado que seja um masterpiece movie também.

porém pessoas, não esqueçam da educação na hora do filme, nem todos gostam de berros, escândalos, sejamos um tanto ingleses educação, meio glam, meio real e quando o filme acabar, fiquemos de pé e ai sim, com lagrimas nos olhos, o coração saindo pela boca, batam palmas e berrem!

e quando sairmos do cinema, vamos falar… o Peeta morre! hahahahahaha maldade a parte

algumas pessoas podem não concordar, comigo e eu falo, tá certo! afinal, cada um tem direito a sua opinião, mas…

então….

CORRAM PARA OS CINEMAS! O DIA ESTÁ CHEGANDO!

beidjo da Mads.

THE Fallen!

Desde criança eu tenho queda por um ser mítico. Anjo. Aí surgiram livros de anjos, eu li não todos, eles me encantavam, porém procurava por algo neles que não havia encontrado, nos ya. Até descobrir… The Fallen.

The Fallen #01

Thomas E. Sniegoski

Aaron era um garoto razoavelmente normal, tinha um trabalho, um cachorro, uma família onde finalmente se encaixou, um carro, e queria um futuro melhor. Faculdade, era o que ele via em seu futuro.

Até que fez dezoito anos. Nesse dia tudo na vida dele mudou.

Ele passou a entender coisas em outras línguas, como quando Vilma ❤ amorzinho dele falava com suas amigas em português sim ela é brasileira :3 e ELE ENTENDEU! Tudo isso depois de uma mega dor de cabeça. Por causa disso ele resolve ir conversar com o antigo psiquiatra dele, que tratava dele na adaptação a nova família e mesmo na época em que ele estava no orfanato. Lá ele conta para o Dr. Jonas que depois de uma dor de cabeça, ele passou a entender  outras línguas, assim, do nada! Como um teste o Dr. Jonas fala com ele em outra língua e depois le algo em latim, e ele entende. Surpreendido, Dr. Jonas comenta com Aaron de que eles deveriam fazer uma série de testes, a fim de investigar o que acontece.

Aaron sai um pouco aliviado, depois do Dr. Jonas comentar que deve ter uma causa para isso. Até que Aaron encontra com um mendigo, que fala com ele em outra língua, só que ele entende como se ele estivesse falando em inglês. Depois disso o mendigo diz que ele é um nephilim, que é meio anjo meio humano. Aaron acha que ele está louco.

Porém algo em relação a essa palavra o deixa curioso, e quando está na biblioteca fazendo pesquisa para um trabalho acaba vendo a oportunidade de fazer uma pequena pesquisa, primeiro nos livros. E é quando Vilma o encontra e ve o monte de livros sobre anjos e acaba se disponibilizando para ajuda-lo na pesquisa. Assim que ela vai embora, ele ve um computador vago e vai dar mais uma pesquisada na internet, e tudo que le o deixa ainda mais confuso.

Mas as surpresas não acabam por ai. Pois Aaron passa a entender o que o cachorro dele fala, o Gabriel (Gabe) aaaaaaaaaaaaaaaaa como eu queria esse poder 😦 . E as coisas passam a piorar um pouco, com Gabe sendo atropelado porque Zeke (o mendigo) jogou a bola dele para fora do parque, e Aaron é obrigado a aceitar esse lado ‘anjo’ nele para salvar seu melhor amigo.

O negocio é que existem aqueles soldados celestiais que consideram sua missão acabar com a escoria, os Nephilins. Além de uma profecia que diz de um Nephilin que será um tipo de milagre, que poderá absolver os Caídos para poderem voltar para o céu.

Enfim, com a vida dele em risco, assassinatos de pessoas inocentes, sequestro do meio irmão dele, uma nova identidade, uma missão, uma possibilidade de um quase romance, lutas, crenças, passado e futuro, é o momento de Aaron escolher entre a luta pela vida ou a morte injusta.

 ufa!

EU AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!

Uma versão um tanto dark dos anjos. Escritos em diversos pontos de vista, Verchiel (vilão), Camael (ex-vilão – atual-mocinho-que-ajuda-Aaron), Zeke (quase-mocinho), Samchiel (ex-caído)… . O Thomas cria uma realidade obscura totalmente surpreendente, super interessante, viciante. Em alguns momentos extremamente cruel, em outros quase esperançoso, em outros real.

O Aaron o protagonista é um ser tão complexo, que é impossível entender 100% algumas atitudes, mas em outras ele é tão claro que chega a doer. A Vilma pouco aparece, só que achei ela meio ‘bobinha’, provavelmente por ela não ter aparecido tanto. O Verchiel é um vilão de primeira, que está cego pelo que acredita ser certo, agindo impulsivamente, mas que para ele é o certo. Camael, era um vilão e depois quando percebeu a crueldade dos atos que fazia, entendeu que ele não tinha o direito de julgar e que iria proteger aquele da profecia. Gabe é um cachorro mega fiel, lindo, fofo, delicioso, engraçado, inteligente…

Eu posso dizer que pela primeira capa, não esperava muito, mas quando vi a capa do pack livro 1+2, meu queixo caiu e minhas expectativas cresceram e muito. Só que o Thomas conseguiu ultrapassar elas com algo que eu não esperava.

Os diálogos do Aaron com o Gabe são hilários, eu ria demais e só pensava em como eu queria ter esse poder e poder conversar com meus cachorros.

Para aqueles que gostam somente de anjos bonitinhos, se prepare. Para aqueles que gostam de anjos como os da Nalini, bom, nem preciso dizer nada.

Realmente recomendo.

MINI SÉRIE x LIVRO

Depois de ler The Fallen, antes de começar o segundo, Leviathan, eu entrei no site do Thomas e descobri a existência de uma mini série de três episódios que pelo que entendi cada episodio resume um livro. Metida como sou fui atrás do trailer dele no iultubiu, e achei o primeiro epi.

Assisti, me decepcionei.

Foi meeeeeeeeeeeeeeeeeeega resumido, muitas coisas alteradas, personagens, cenários. Eu esperava pelo momento da luta, e ela foi tão curta que quando acabou eu estava tipo “foi isso?!”.

Eles tiraram a crueldade do Sniegoski, deixaram menos ‘ácido’, mas aceitável para ser assistido em família. Isso provavelmente por quem adquiriu os direitos, a ABC Family ugh! queria ver como seria se algo como HBO tivesse adquirido.

Mas passa um pouco da ideia.

A série de livros que começou a ser publicada em 2003, teve seu quinto livro publicado em setembro desse ano.

1-      The Fallen

2-      Leviathan

3-      Aerie

4-      Reckoning

5-      End of Days

oldies

The Fallen

Thomas Sniegoski

so…

woof!

Mads.

Teen Wolf!

Desde quando somos crianças escutamos lendas e mais lendas, mitos urbanos, contos para nos assustarem. Seja o que for, alguns são clássicos, vampiros, demônios, monstros, lobisomens.

Esses seres da fantasia urbana ou não urbana estão presentes sempre, seja através de livros, filmes, seriados, nos encantando. Alguns são maus, outros bons, e tem os indefinidos também claro.

Enfim… depois de Vampire Diaries, com seus vampiros, é a vez de um lobisomem ou melhor, dois.

 

TEEN WOLF

A história é baseada em um filme dos anos 80. E o seriado conta a história de Scott. Começando do começo…

Era uma noite próxima a lua cheia e Scott estava em casa, preparando tudo para o primeiro dia de aula, quando ele escuta um barulho estranho no quintal. Cautelosamente, Scott vai ver o que é com um taco de baseball na mão e se depara com seu melhor amigo, Stiles, que vem com a noticia mega quente de que foi encontrada um corpo na floresta da cidade, ou melhor, metade de um corpo.

Os dois vão a floresta atrás da metade do corpo, mas o pai do Stile, o delegado, quase pega os dois no flagra. Scott fica para tras na floresta sozinho, quando de repente diversos cervos passam enlouquecidos por ele, que perde a bomba da asma. Assim que a situação se acalma ele resolve procurar a bombinha, porém ele encontra o corpo, e o lobo. Ele é mordido.

Enfim, o resto vocês podem imaginar, ele fica poderoso, forte, rápido, ve melhor, escuta melhor e bla bla bla. Claro que tem o romance meio impossível dele e da Allison, a aluna nova.

Certo, adorei a trama, o Scott, Stiles e Derek. Amei o dog que é salvo. Os efeitos especiais não são tuuuudo aquilo, ficou meio trash, mas um trash cool.

Resumindo, curti bastante e a trilha sonora colaborou, pena que não identifiquei as musicas. Chora Vou acompanhar o Scott e o Derek.

Obs: se alguém descobrir as musicas, por favor me passem por email. Obrigado.

Beidjos

 

Mads.

#PROMO!

EXTRA EXTRA!

Promoção relampago.

A promoção começa hoje, já… agora, valendo dois vale ingressos de A Garota da Capa Vermelha. Serão dois sorteados, cada um ganhando um vale ingresso.

obs: ler na imagem abaixo as regras do vale ingresso.

REGRAS

1. Ser residente de Joinville (SC) e região, ou Curitiba a fim de facilitar a entrega destes.

2. Seguir a @editoraid

3. Seguir o @pinksheepland

4. Retuitar a frase abaixo

O @pinksheepland e a @editoraid me dão um #valeingressoAGAROTADACAPAVERMELHA http://kingo.to/A1S

5. A promoção vai de hoje 29/04, até domingo 01/05

6. Deixar um comentário com nome, cidade e email.

Uma boa sorte para todos os participantes e

GO GO GO!

Beidjos

Mads.

Sucker Punch!

Sei que aqui no blog não falamos muito sobre cinema, porém existem filmes e …filmes. Sendo assim, hoje estou aqui para falar de um filme que aguardei muuuuuito, e depois de algumas tentativas frustradas de ir ao cinema para assisti-lo, consegui.

SUCKER PUNCH

Quando eu vi o trailer do filme e imagens promocionais, já fiquei totalmente louca pelo filme. Adorei o visual e a fotografia dele, um mundo paralelo, um mundo surreal. Isso, porque eu não conhecia a história, e fui ver o filme sem ler as diversas resenhas e criticas ao filme, assim me permitindo ter uma visão limpa e própria em relação a ele.

E digo que ele me surpreendeu.

A história da BabyDoll é forte, triste, mas mesmo assim ela não desiste. E uma frase que infelizmente não poderei citar com precisão que aparece no inicio, em relação a encontrar anjos nos lugares mais inesperados, se encaixa com a Baby. Em meu ponto de vista, ela é forte e determinada como nenhuma das outras meninas do Lennox são, e com isso ela se torna a esperança delas, principalmente da Rocket. Ela, Baby, quer fugir, algo até então impossível e convida Blondie, Amber, Rocket e Sweet Pea para participar. A SweetPea pelo que percebi é a líder delas, assim, quando ela concorda, todas participam. Entre aventuras, lutas, escapadas, dragões, ninjas, zumbis, robôs assassinos, entre outras coisas surreais, o mundo real vai se mostrando cada vez mais perigoso. Então quando uma das meninas se separa do grupo, tudo começa a desandar.

Sem mais spoilers. hoho

Baby entra nesse mundo surreal quando está dançando, logo a trilha sonora é fundamental para o filme. A qual é realmente muito, muito mas muito boa. Começando com Sweet Dreams com a Baby (Emily Browning) cantando, em uma versão, digamos que dark.

Os efeitos especiais, são ULTRA! Principalmente quando elas estão na realidade paralela, as lutas, guerras, tudo… muito bom. Cenário então, muito bem selecionado e colocado, de uma forma envolvente e chocante.

Agora assim, quando for assistir ao filme esteja de cabeça aberta, acredite no que o filme mostra, viva naquele mundo. E não questione o final, somente reflita sobre ele. O filme é um pira, uma pira muito bem sacada e bolada.

Zach Snyder está de parabéns por esta criação um tanto peculiar. Toda a equipe do filme está de parabéns, principalmente  a de fotografia e trilha sonora.

Se surpreenda, e lute.

Enjoy.

Beidjos

Mads.