Author Archives: grazepsl

Os Infiéis – Tom Dolby

Heeeeeeey Foooooooolks!!!!

E ai como estão?!? Lendo bastante?!? Espero que sim e já que tocamos no assunto leitura volto aqui após séculos de desaparecimento para fazer uma humilde resenha resenha nada mais nada menos do livro Os Infiéis do Tom Dolby para quem não lembra aqui no psl já postamos a resenha de Sociedade Secreta o primeiro livro dessa série e se você lembra e gostaria de ler é só clicar no link aqui.

Sinopse: Um novo semestre começa na Chadwick School. Mesmo marcados com a ankh, o símbolo da Sociedade, Phoebe, Nick, Lauren e Patch estão ansiosos por um novo começo. A cada dia, entretanto, eles são lembrados de sua nova condição como Conscritos na Sociedade. O grupo secreto que prometeu ajudá-los a realizar qualquer sonho havia trasnformado suas vidas em um verdadeiro pesadelo. Enquanto descobrem as mentiras por trás da Sociedade, os Conscritos são exposto de forma irreversível aos seus medos mais sombrios. As decepções sofridas pelos quatros, uma vez amigos fiéis entre si, testarão sua amizade à medida que lutarão para deixar a Sociedade para trás.

Páginas: 359.

Editora: iD

Então vamos que vamos!!!

No primeiro livro deixei a minha opinião que era um livro de apresentação da sociedade bem como dos personagens, algumas pessoas acharam ele cansativo ou simplesmente não gostaram eu particularmente gostei do livro e da maneira que o Tom Dolby escreve, coloco novamente que pra mim  a proposta do primeiro livro foi cumprida e com êxito, pois aguardava ansiosamente para ler a continuação da série.

Então só mais um pouquinho para recapitular esse livro aborda uma Sociedade Secreta onde os membros são escolhidos e a partir do momento que você entra você não sai ou é essa a teoria. Ainda temos os personagens principais Nick, Phoebe, Lauren e Patch trabalhando numa forma para sair da sociedade.

O primeiro livro te deixa uma série de perguntas sem respostas e algumas dessas respostas começam a ser respondidas e com algumas respostas você formula novas perguntas, parece uma rede viciosa de perguntas e respostas, no segundo livro temos a história flui mais, e também nos mostra parte do poder da sociedade se você não cumpri o que é falado ou simplesmente não vai em uma das tão famosas reuniões alto estilo.

Nesse livro temos mais romance e também temos corações partidos, suspense também faz parte e lembra do ciclo vicioso de perguntas e respostas que falei?!? Então pode apostar que você tem muitas perguntas e muitas respostas, mas é claro que temos algumas sem respostas (acredito que totalmente proposital isso).

Minha humilde opinião?!? Como o Tom Dolby acaba com o livro daqueeeleeee jeito, a história vai desenvolvendo super bem só que no meio da história você acha que ele se perdeu ali ai pronto o livro volta a ficar bom e simplesmente simplesmente acaba com uma frase do tipo OMG ele é louco?!?  Eu fiquei morrendo por dentro porque o final da entender que vai existir um novo livro, ai no meu #desesperomodeon corri atrás de todas as informações da série e o que consta é que esse literalmente é o último livro da série. Fique assim Oo como como como ele faz isso comigo?!?  (Sim enlouqueci com o final, fiquei totalmente surtada, como se isso fosse algo impossível de acontecer hahaha)

Ai meu amigo sabe o que eu fiz? Se a resposta foi cortou os pulsos na loucura está redondamente enganado heheh, mandei um email para autor, afinal quem melhor que ele para tirar as minhas dúvidas e incertezas com a série, mas a resposta que ele me deu só fez eu me apegar a esperança de que um dia ele escreva um terceiro livro.

Vou compartilhar com vocês a resposta que ele mandou em vez de um trecho do livro (mas para quem for ler ou leu o livro o trecho do livro que colocaria aqui é a conversa do Nick e seu irmão).

Hello Grazi,

Thanks for writing. Unfortunately, for now, the series ends with the second book. Thanks so much for reading, and I appreciate your message.
best,
Tom

OBS.: Quanto ao material gráfico a iD tem mandado super hiper mega bem, a foto é linda só não achei 100% o efeito metalizado porque ficou bem diferente do primeiro, mas mesmo assim a capa é linda.

Advertisements

Entrevista com Diogo de Souza

Heeeeeeeeeeeey Foooolks!!!

Hoje vou postar pra vocês a entrevista realizada com o autor Diogo de Souza de Nêmesis – O Retorno de Astarot. Enjoy it!!!

De onde surgiu a ideia de escrever a respeito de magia?

A magia, especialmente magia moderna, é um tema que sempre me entusiasmou. Desde que eu comecei a escrever pra valer, estava namorando uma história de magia moderna na minha cabeça. Ao longo do processo de produção do “Fuga de Rigel” e do “Abascanto”, essa historia foi maturando, crescendo, foi sendo trabalhada, e quando eu comecei a escrever o terceiro livro, já tinha uma boa idéia de como seria o desenrolar de “Nêmesis”.

O mundo, a vida, como eu vejo, são processos mágicos. Escrever sobre uma realidade obviamente mágica é só um jeito simbólico de poder trazer à tona o aspecto subjetivo da nossa vida, os bastidores da realidade, sem a preocupação de escrever algo que seja “real”. Mesmo porque, no final das contas, o que é que é real, e o que é que é ilusório?

Algum livro ou autor serviu fonte inspiradora?

Não há UM livro ou UM autor que eu possa destacar, entre todos os que eu li. Existe, isso sim, alguns livros, e alguns autores que foram instrumentais na minha formação, e cujas virtudes eu procuro emular.

Em especial, posso citar Ursula K. Le Guin. Uma premiada escritora de fantasia e ficção científica que possui já algumas séries de sucesso (notem o plural). O interessante na literatura da Ursula é que ela consegue desenvolver uma trama fantástica e ao mesmo tempo se concentrar no desenvolvimento dos personagens, no mundo interior dos protagonistas. Ela escreve com um equilíbrio exemplar, e tem um estilo extremamente bem temperado.

Clarice Listector é talvez a principal referência em literatura portuguesa, ou, no mímino, umas das principais. Os textos da Clarice são tão precisos, tão intensos e imersivos que qualquer um que deseje escrever algo deveria devorar seus livros com farinha.

George R. R. Martin, escritor da série “A canção de gelo e fogo”. Quem quiser saber como construir personagens: leia esse cara. A narrativa dele é tão fluida, e o desenvolvimento dos protagonistas está tão mesclado na trama, que para um escritor ou aspirante a escritor, os livros do Martin são uma verdadeira aula de como contar uma história.

Quando você descobriu que queria ser escritor?

Foi em 2005. Eu já tinha escrito uma coisa um outra, sem compromisso, e já criava histórias há anos para meus jogos de RPG, mas foi em 2005 que um amigo meu me estimulou a escrever o livro que, mais tarde, veio a ser o “Fuga de Rigel”. Aí eu fui mordido pelo bichinho literário e de lá para cá não parei mais.

É claro que, uma mudança dessas nunca é uma coisa assim, repentina. Repentina é a manifestação, mas internamente, eu acho que já vinha maturando essa idéia havia anos. Eu gosto de contar histórias desde que me entendo como gente, e nesse afã por me expressar eu caminhei por vários campos artísticos: fiz teatro (como ator, diretor e autor), fiz canto, mas foi na literatura que eu encontrei a liberdade máxima para dar vazão à minha criatividade. Quando você escreve um livro, você não tem que se preocupar com o cachê dos atores, o orçamento dos efeitos visuais, as limitações tecnológicas… Um livro é uma transmissão de imaginação para imaginação, e pode levar nossa mente aos campos mais longínquos que pudermos conceber.

Existem novos projetos de livros?

Sim. Não pretendo parar no terceiro.

Estou atualmente escrevendo meu quarto livro (estou bem no comecinho), que é uma ficção de fantasia medieval cujo nome provisório é “O cetro dos mortos”. Se passa em um mundo ficcional chamado Karpentor. Gostei bastante do processo de criação do cenário fantástico, e agora estou me deliciando em desbravar um mundo novo.

Depois desse… idéias não faltam. Tenho idéia para uma trama relacionada com os deuses egípcios, e uma outra para um romance envolvendo fadas. E depois, sei lá. Talvez eu mude completamente de idéia e não escreva nada disso. Vou me decidir mais para frente.

Qual sua principal dificuldade na hora de conseguir uma editora para publicação?

A mesma de todo o autor iniciante, eu acho.

O mercado brasileiro tem sido inundado de títulos novos – tanto estrangeiros quanto nacionais. Ao mesmo tempo, a demanda para consumo de literatura não tem crescido na mesma taxa. Isso faz com que haja cada vez mais livros do que leitores. Uma editora, para sobreviver comercialmente, precisa diversificar seus títulos, porque sem um aumento da demanda, cada título individual vende menos do que antes. Assim, as editoras são forçadas a apostar em obras que tenham retorno garantido: grandes sucessos já consagrados ou autores com um nome já estabelecido.

Quando você está começando, não possui nenhum desses atributos. O ímpeto de uma editora apostar em seus livros é muito baixo, porque você não tem nada a seu favor para mostrar (nenhum outro livro que já tenha vendido). É difícil conseguir a atenção de um editor para sua obra, e quando isso é obtido, é mais difícil ainda que ele se decida por apostar em um título inicial de um autor obscuro. Um livro, especialmente um romance, é uma grande aposta para uma editora média ou pequena.

Porém, essa situação não é algo revoltante. É simplesmente um fato: é assim que as coisas são. É preciso reconhecer como o mercado funciona antes de sair reclamando das editoras ou livrarias ou autores. Para um autor nacional iniciante, a solução é muito simples: continuar tentando, sem parar, até que alguém se decida a publicá-lo. Esse reconhecimento que as editoras buscam é algo que pode vir repentinamente, mas é mais comum que ele seja o resultado de anos e anos de trabalho duro.

De onde surgiu a ideia da Isabela ser ginasta?

Eu queria que a Isabela (a protagonista de “Nêmesis”) fosse uma personagem excepcional já de cara. Queria estabelecê-la como alguém bem acima da média, e por mérito próprio. Ela seria uma humana comum no meio de magos, espíritos e seres místicos: não queria que o cenário se sobrepusesse à minha protagonista. Daí a idéia da ginástica: uma das modalidades atléticas mais duras de se treinar. Para chegar a ser um campeão de ginástica, é preciso uma determinação férrea, e uma força de vontade muito acima do comum.

Para enfrentar tudo o que ela iria encontrar pela frente, isso tinha que se estabelecer logo. Colocando-a como uma ginasta campeã, eu crio esse conceito na mente do leitor sem ter de explicar tudo isso – uma forma econômica e direta de comunicar essa idéia.

Você tem três livros publicados. Todos os três apresentam histórias sobrenaturais. Existe algum projeto de livros fora deste tema?

Não, nem acho que terei. Eu gosto mesmo é de literatura fantástica. Apesar de eu ler e admirar várias obras realistas, não é o tipo de história que eu quero escrever, pelo menos, não hoje.

Uma história fantástica coloca um véu na mente do leitor, e através dessa perspectiva nova, podemos contar uma história com muito mais liberdade, porque a ficção desarma a descrença. Em uma história sobrenatural, nós podemos aceitar tudo, nossa mente se liberta dos conceitos pré-estabelecidos do que (ela acha que) é “real”.

Quando isso acontece, o caráter simbólico da historia salta aos olhos. De repente, tudo na história pode ter um significado mais profundo. Somos jogados em um mundo onde as regras são muito mais abertas, onde tudo é surpreendente. Isso nos desarma. E com a mente desarmada, a real história, a história que está sublinhada pelo texto, é transmitida muito mais diretamente. A ficção sobrenatural abre as portas da nossa percepção, e nos convida a ver aquele mundo como um lugar mais amplo, mais profundo, mais mágico, e também nos convida a ver o que é profundo, amplo e mágico em nosso próprio mundo.

O que gosta de fazer quando não está escrevendo?

Eu gosto de pensar no que vou escrever em seguida.

Sério, eu tenho várias coisas que me estimulam. Eu gosto muito de jogar RPG – é uma antiga paixão minha, e jogo todo o fim de semana. Eu e meu grupo montamos um site: http://www.metagamers.com.br. Também estou envolvido com teatro até hoje: às vezes como diretor, às vezes como autor, poucas vezes como ator.

Gosto muito de assistir animações japonesas – os Animes. Os bons animes estão há anos luz em qualidade da imensa maioria dos desenhos dos outros países.

E, de resto, aquela coisa toda: sair com os amigos, curtir um bom restaurante, um bom filme, encontrar a família, e tal.

Possui outra profissão?

Sim, eu trabalho com engenharia de software. Faço isso há anos, já. É o meu “ganha-pão”, por assim dizer.

Pode parecer que um trabalho técnico não tenha nada a ver com a literatura. Acho que não tem mesmo, mas eu gosto da sensação de trabalhar intensametne em duas coisas tão díspares. Isso exercita o cérebro: ora se concentrando em algo extremamente técnico, e ora em algo tão subjetivo. É uma questão de equilíbrio, e o equilíbrio, eu acho, é o principal ingrediente que dá sabor à vida.

Então é isso.. espero que tenham gostado da nossa pequena entrevista com o Diogo de Souza e até mais.

 

Xoxo

Grazi

Elixir – Hilary Duff

Heeeeeeeeeeey Folks!!

Devagarzinho vou compartilhar e diminuir o atraso das resenhas com vocês e hoje estou aqui para compartilhar com vocês a resenha do  Livro Elixir da autora Hilary Duff (isso sim é mulher multi-uso canta, dança, escreve,  atua e assim vai.. heheh) publicado no Brasil pela nossa parceira Editora iD.

Sinopse: Clea Raymond sentiu o brilho dos holofotes a vida inteira. Ela é filha de um renomado cirurgião e um proeminente político de Washington DC. Cresceu e se tornou uma talentosa fotógrafa para jornais que se refugia em uma carreira que lhe permite viajar para as regiões mais exóticas do mundo. Mas depois que o pai de Clea desaparece durante uma missão humanitária, imagens estranhas e sombrias de um homem bonito começam a aparecer em suas fotos — um homem que Clea nunca havia visto antes. Quando o destino leva Clea e este homem, ela fica atordoada com a ligação imediata e poderosa entre ambos. Conforme mais se aproximam, mais são empurrados para dentro do mistério por trás do desaparecimento do pai de Clea, e acabam descobrindo a verdade guardada a séculos sobre a sua ligação intensa. Envaredados em um triângulo amoroso perigoso e assombrado por um segredo poderoso que detém os seus destinos, juntos, eles correm contra o tempo para desvendar seus passados, a fim de salvar suas vidas — e seus futuros.

Autora: Hilary Duff

Páginas: 280

Editora: iD

De um modo geral gostei do livro, ele teve os seus pontos fortes e fracos, mas levando em consideração que é o primeiro livro da autora ela saiu razoavelmente bem, para mim ele não ficou na categoria leia desesperadamente e sim leia quando tiver um tempo que da para passar o tempo.

Agora vamos ao ponto.

Clea a nossa personagem principal desde o desaparecimento do pai vive tendo pesadelos e alguns momentos o seu desespero leva a pensamentos extremos e até mesmo de fobia em determinadas situações. Tem uma verdadeira paixão por fotografia sendo isso algo que o seu pai ensinou e trabalha como fotógrafa.

Ao retornar da sua viagem de férias ela percebe que em todas as sua fotos tem sempre o mesmo homem, não importa em qual país ela esteve, ele sempre aparece nas fotos e também invade os seus sonhos. E a sua vinda ao Brasil a trabalho ela aproveita para tentar descobrir mais informações sobre o seu pai e acaba encontrado com o homem que não sai da sua cabeça. E é a partir dai que a história acontece, ela sendo uma pessoa cética não acredita em várias das convicções que o seu pai e o seu melhor amigo tem, mas lembranças do seu passado surgem fazendo com que ela avalie no que acreditar.

Aqui ela vai descobrir o verdadeiro motivo do desaparecimento do seu pai que além de cirurgião faz buscas artefatos antigos, pois temos dois grupos rivais que estão em busca do elixir algo que o pai dela também buscava, e isso traz novamente a esperança de que ele esteja vivo e também traz a tona um “grande” amor.

Minha opinião é que o livro a narrativa começou bem no meio da história desandou perdendo o ritmo e quando estava próximo do fim teve que correr com a história ai quando você a lê a página 280 e descobre que é a última só resta várias interrogações daquele final, nada de resposta nem uma pequena deixando você intrigado pelo outro para obter pelo menos algumas das respostas que não teve em Elixir.

As descrições dos lugares pelo menos não me transportou a cidade ou para a ação que acontecia naquela hora, mas aguardo por Devoted para saber como essa história vai acabar.

E se você ficou interessado é quer ler o primeiro capítulo para dar o gostinho da boca de quero mais e está louco por um marcador de elixir  é só participar da nossa promo que vai até o dia 05/08 às 20h.

O sorteio é bem simples, MAS TERÁ DE SER CUMPRIDO À RISCA.

1. Residir no Brasil
2. Deixar um comentário nesse post com, nome, email e twitter.
3. Seguir a Editora iD no twitter
4. Seguir o Pinksheepland no twitter
5. Retuitar a seguinte frase…
Quero ter o elixir da @editoraiD que o @pinksheepland está sorteando. http://kingo.to/KJb

Vale uma twittada a cada hora, para não virar spam e não floodar a timeline.

6. A promoção é válida do dia 28/07 até o dia 05/08.

7. O sorteio será realizado através do sorteie.me, porém como já tivemos problemas com ele, caso não funcione será listado todos os comentários em ordem e será gerado um número pelo random.org.

Xoxo

Grazi

Nêmesis – O Retorno de Astarot

Heeeeeeeeeeeeeey Folks!!

Ando super ultra mega sumida e em dívida com vocês, maaaaaaaaas para me redimir vim especialmente para falar de um lançamento da Editora Dracaena que fiquei super interessada com a sinopse e que parece trazer a tona vários segredos e descobertas no decorrer da narrativa e com um super mega detalhe a capa é simplesmente linda.

Segue sinopse e banner de divulgação do livro.

Sinopse: Há cento e quarenta anos, Astarot, uma dos maiores demônios já conjurados, dorme, aprisionado pelas magias da família Masters. Mas uma profecia determinou seu despertar, e agora, a família de magos mais poderosa, e influente, do mundo, se vê face à face com a volta de sua Nêmesis. Isabela Zuckermann, jovem ginasta, foi apontada como aquela quem trará o despertar do demônio. Agora, aqueles que seguem Astarot tentam protegê-la, e aqueles que pretendem impedir a profecia querem sua morte. A jornada de Isabela está entremeada com o segredo da prisão de Astarot em 1875, e conforme ela descobre a verdade sobre a magia, sua família e sobre si mesma, mais fica claro que não poderá impedir “O retorno de Astarot.”

Xoxo

Grazi

#Promo – Pinksheepland

À um ano, conheci uma ovelinha linda e folfissima chamada Sheep.

Ela era cor de rosa e toda louquinha, alegre e saltitante.
Entre tantas ovelhas ela me conquistou e se tornou parte de mim.
Hoje, ela faz parte da Grazi e da Pam também. É com muita honra e orgulho que comemoramos o um ano da Sheepie.
E para comemorar em estilo ovelhoso, apresentamos à vocês …

#PROMO 1 ANO DE PINKSHEEPLAND

Antes de tudo, queremos agradecer à Editora iD, Novo Século, Novos Talentos, Editora Underworld, às autoras Paula Pimenta e Babi Dewet, Mauricio Gomyde, Helena Gomes, que nos cederam brindes mega maravilhosos. E também, a todos os nossos leitores e é graças a vocês leitores do blog, que ainda estamos aqui. Então, o presente é para vocês!
Vamos a listagem dos brindes:
  • Alphas (editora iD)
  • Inside Girl: A coisa mais doce (editora iD)
  • Darke Academy (Novo Século)
  • O Vale dos Anjos (Novos Talentos)
  • Morganville Vampires #01 (Editora Underworld)
  • Marcadores de A Garota da capa vermelha, Beijos do Vampiro, Morganville Vampires, Loucos aos poucos,
  • Marcadores autografados de SAN e FMF
  • Blusa da iD
  • Beregueti Sheepie
  • O mundo de vidro

Vamos aos Kits…

Kit#01 – Vestindo a camisa (editora iD)
  • Alphas
  • Camiseta
  • 3 Marcadores

Eu quero vestir a camisa com o @pinksheepland e @editoraiD na #promo1anodepsl http://kingo.to/CBp

Kit#02 – Doce bé (editora iD+ovelhas)
  • Inside Girl: A coisa mais doce
  • 3 Marcadores
  • Beregueti Sheepie
Quero descobrir a coisa mais doce bé com o @pinksheepland e a @editoraid na #promo1anodepsl http://kingo.to/CBu
Kit#03 – Dai-me asas (editora iD + Novos Talentos)
  • 3 Marcadores iD
  • O Vale dos Anjos
O @pinksheepland @novostalentosbr e @editoraid me darão asas na #promo1anodepsl http://kingo.to/CBA
Kit#04 – Bite me (Editora Underworld)
  • Morganville Vampires – Casa Glass
  • Marcadores MV

O @pinksheepland e a @edit_underworld irão me morder na casa glass na #promo1anodepsl http://kingo.to/CBB

Kit#05 – Segredos obscuros (Novo Século + Novos Talentos)
  • Darke Academy
  • Marcadores Novo Século + Novos Talentos
Quero descobrir os segredos obscuros com o @pinksheepland e a @novoseculo na #promo1anodepsl http://kingo.to/CHT
Kit#06 – Cuidado com o vidro
  • O mundo de vidro (Mauricio Gomyde)
  • Marcadores e livretos diversos
No @pinksheepland e com o @mauriciogomyde você não precisa ter cuidado com o vidro #promo1anodepsl http://kingo.to/CHY
Kit#07 – Os assinados
  • Marcador autografado de SAN (Babi Dewet)
  • Marcadores autografados de FMF (Paula Pimenta)
  • Livreto autografado de O Lobo Alpha (Helena Gomes)

Quero os assinados de FMF, SAN e O lobo alpha que o @pinksheepland a @paulapim @babidewet irão me dar na #promo1anodepsl http://kingo.to/CI1

 Agora, ao sorteio….

O sorteio funcionará da seguinte forma: cade kit terá um formulário a ser preenchido uma vez, uma única vez, do kit escolhido. Porém, pode participar do sorteio de todos. So…
Não tem um formulário para todos, então, caso queira participar de tudo, preencha um por um.

Regras:

1. Ser seguidor do @pinksheepland
2. No kit com livros ds iD, seguir a @editoraid
3. No kit com livros da Novo Seculo/Novos Talentos seguir a @novoseculo e @novostalentosbr
4. No kit com livro da Editora Underworld, seguir a @edit_underworld
5. Preencher corretamente cada formulário (Link disponível na frase em baixo do banner do kit)
6. Comentar neste post, com a seguinte frase
No aniversário da Sheepie, eu que vou ganhar o presente.
7. Twittar as frases referentes a cada kit (como estão embaixo de cada um)
8. A promoção vai do dia 21/05 até 13/06 às 23:59, sendo assim qualquer comentário ou formulário encaminhado após esse horário será desclassificado
Quem não seguir as regras será desclassificado, quem tiver dúvidas em relação a promoção, mande um tweet para @pinksheepland ou @madsgassen ou @graziellesn, ou também um email para pinksheepland@gmail.com ou graze.psl@gmail.com .
O resultado sairá no dia 14/06, na parte da noite.
Então participe, e corra para o abraço.
Beidjos,
Mads, Grazi e Pamers