Hecate Hall

Primeira resenha de 2011, finalmente. Minha vida anda meio turbulenta, e já li alguns, mas a primeira é de um lançamento da Galera Record. Que admito que me surpreendeu, e muito.

 Quando li a sinopse pensei “ah mais um ya” como se fosse realmente mais um em meio a tantos. Mas, ele é diferente de sua maneira. A escrita da Rachel é ótima, e deliciosa. Chegou em um ponto que não conseguia mais parar de ler, estava totalmente dentro da história. Devorando tudo.

 Hex Hall - UK Cover

UK Cover

Sinopse : Há três anos Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só que trouxe alguns… arranhões! A mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; consultandod o pai ausente de Sophie – um poderoso feiticeiro europeu – só quando necessário. Contudo, a menuna acaba atraindo atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais…

É o pai que decide a sentença: Sophie deve ir a Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha – ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos, etc.

A tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola – detalhe, ele tem namorada; mas Sophie poderia saber? E, para piorar, sua companheira de quarto é a pessoa mais odiada do camús, e também a única vampira entre os alunos… Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola.

Isso não é tudo, e Sophie precisa se preparar: uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade.

Bem vindos a Hecate Hall, uma escola para prodígios.

 Escola? Prodigios?

Na verdade Hecate é algo mais similar a um reformatório, é para onde os prodígios são encaminhados quando aprontam algo, que os deixa ‘’a mostra’’ para os humanos.

Ah sim, prodígios são bruxas, feiticeiros, fadas, metamorfos, vampiros. Eles são descendentes de três tipos de anjos que foram expulsos do céu.

O apelido carinhoso de Hecate é Hex, Hex Hall.

Então, bem vindos a Hex Hall.

A nova escola  da Sophie Mercer. Soph foi enviada para Hex Hall por causa de um feitiço do amor muito bem executado, talvez até demais, afinal o cara entrou com a caminhonete na festa e bateu em quem tentou o impedir de chegar em sua amada.

Ri demais nessa parte.

Hex Hall, fica na Georgia com o clima úmido e quente, o que não colabora nada com o visual da Soph. Logo no seu primeiro dia, é atacada por um dos alunos metamorfos, lobo, e como sua mágica não é lá tudo aquilo, ela não consegue se defender. Neste momento entra em cena Archer Cross, que acaba a salvando do ataque do como ele fala ‘’cachorro mau’’. Archer é o senhor delicia de Hex, o garoto que todas as meninas tem uma queda, até mesmo a Soph.

As coisas em Hecate para Soph no inicio são difíceis. Sua companheira de quarto é uma vampira viciada na cor ‘’rosa framboesa’’, que é suspeita de ter matado a antiga companheira de quarto, Holly que por um acaso era noiva do Archer. Além disso Holly participava do coven de bruxas negras mais poderosas da escola. Coven para o qual Soph é chamada, ele é formado por Eloide queen witch bitch, Anna e Chaston, porém Soph se nega a participar do coven. Assim as três resolvem se colocar contra a folfa da Soph, e por causa delas, é colocada de castigo três noites por semana durante um semestre inteiro no porão, catalogando itens que se movem. O problema é que o Archer é colocado nesta com ela, por tentar defende-la. huh?

No porão a queda de Soph por Archer aumenta, a ponto de no baile de Halloween ela querer conquista-lo. Mesmo que sua namorada seja a cruela da Eloide. Neste meio tempo na noite do baile, Chanston  é atacada, assim como Holly, ficando com duas marcas delicadas no pescoço e cortes no pulso, Soph que a encontrou corre para o feiticeiro branco curador zelador ops jardineiro Cal susupira para salva-la. E algo similar acontece na noite do baile com a Anna.

Este período em Hecate é muito instrutivo para Soph, ela descobre que seu pai é líder do conselho dos prodígios. É perseguida por uma fantasma. Descobre que bruxas e feiticeiros são prometidos em casamentos, problema, ela não sabe se tem um noivo, ou não. E em uma tarde, ela esbarra em Cal, depois de ser expulsa de mais uma aula, e ele fala algo que a deixa confusa e sem saber como se sentir. E sua amiga Jenna é mandada para a sede do Conselho depois de ataque a Anna. Sua queda por Archer se torna o inicio de uma paixão. E Soph decide que irá provar a inocência de sua amiga Jenna.

Ah, e quase esquecendo. Será que Soph é realmente uma bruxa?! Afinal segundo Elodie e cia a magia das bruxas se sente como neve, caindo sobre você, já a da Soph vem como um rio, subindo.

Além dos vilões, o Olho e os irlandeses, que matam os prodígios. Soph foi enviada para lá por seu pai, também para ser protegida deles.

US Cover 

Ufa.

Adoreeeeeeeeeeeei o livro. A Soph é uma folfa, com tiradas ótemas, e a queda dela pelo Archer é tããããão lindinha. Pena que não acaba bem ops.

Na minha opinião, eu estava esperando algo que mostrasse o motivo do Cal ter feito uma declaração extremamente carinhosa com a Soph. Eu fiquei pensando, WTF cadê mais do Cal, eu quero conhecer o Cal, o Archer que se ferre hoho.

Mas não teve chora, espero que no segundo livro o Demonglass tenha.

A criatividade da Rachel é ótima, ainda mais com doses homeopáticas de sarcasmo. Além das tradicionais de humor, romance e suspense.

Demonglass tem lançamento previsto para março nos States.

Estou me contorcendo de curiosidade, e querendo sabe o que vai acontecer em Londres.

Agora falando um pouco das capas de Hex Hall.

Eu ameeeeeei as gringas, tanto a com a Soph na capa, quanto a com o coven.  

 

Hex Hall - UK Cover   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pena não poder falar o mesmo da capa brasuca, a ideia é similar ao da capa do Reino Unido (UK), do coven, mas não sei.. faltou algo.

 

 

 

 

 

Mas, a história vale a pena.. muuuuuuuuito! Galera Record sempre arrasando!

Beidjos.

 

Mads.

 

 

 

 

About Mads

a bookaholic.

Posted on February 16, 2011, in bookland and tagged , , , . Bookmark the permalink. 2 Comments.

  1. Oi,
    Estou muito ansiosa por Hex Hall, adorei a resenha. Espero me surpreender também. Adoro quando a história te envolve e nada mais a seu redor importa… book addicted!

    Eu prefiro MIL vezes a capa americana. Não gostei nada nada da capa brasileira, estou pensando em comprar lá fora mesmo, em HC.

    É uma pena, porque tenho visto muitas capas bonitas por aí. Mas…

    @thaorteg

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: