Living for

A vida foi feita para ser vivida, ao maximo, e se ter certeza de que provou o que queria provar, aprontou o que queria aprontar e tudo mais que quiser. Assim como também não se deve desistir no primeiro obstáculo, e sim ultrapassa-lo e seguir em frente. Não sei nem o que pensar, falar, escrever, estou anestesiada. Pensar na injustiça das coisas, e como as vezes o destino é um grande filho da mãe.

Antes de Morrer – Jenny Downhan

Tessa é uma garota de 16 anos nada comum. Tessa tem leucemia a quatro anos e se depara com seu final, por mais que no inicio os médicos não falem com estas palavras, mas, Tess tem pouco tempo. Diante disto, Tess começa um lista que escreve na parede ao lado de sua cama, até que resolve montar um “oficial”. Na lista tem de tudo, desde ser beijada pela primeira vez, como perder a virgindade. Durante a execução da lista Tess tem a companhia de seua melhor amiga Zoey, que um dia de noite aparece em sua casa e quando Tess comenta que quer perder a virgindade, Zoey entra em ação e ajuda a amiga. O problema foi que a primeira vez de Tess não foi como ela imaginava, já que no fundo ela também queria se apaixonar.

Na lista também tem um dia em que Tess tem de dizer sim para tudo, o que acaba levando ela para dentro de um rio poluído, uma tarde de compras enlouquecidas com o irmão e no final do dia, uma parada no hospital.

Tessa tem raiva, e em um desses momentos de raiva vê o vizinho fazendo uma pequena fogueira, aproveita e leva duas caixas cheias de coisas para queimar. Adam, o vizinho queima as coisas para ela, mas quando Tess vê a moto de Adam, pede para ele para dar uma volta, e ele diz que um dia a levará.

Mas mesmo enquanto o drama de Tess acontece, outros se formam a sua volta, e no inicio ela não admite que aconteçam, mas isso acaba abrindo os olhos da Tess. Ela percebe o quanto todos a sua volta estão sofrendo, o quanto é difícil para seu pai. Adam o vizinho se torna Adam o namorado, que não a deixa em momento alguém (por favor se alguém souber de um desses me avisa, obrigada), e mesmo sabendo da situação dela, não abre mão por nada do amor deles. Tess percebe a diferença entre sexo e amor graças a ele.

“O fato de nós dois sabermos o que fazer é impressionante. Nem sequer tenho de pensar a

respeito. Não estou sendo conduzida. Nada é calculado ou previsto. É como se tivéssemos

descobrindo o caminho juntos.”

A melhor amiga fica grávida, e nisso vem a noticia bombástica. As chances de Tess de ver a filha da amiga, “Lauren Tessa Walker”, são mínimas. Com isso a indignação da Tess aumenta. Quando ela sai do hospital, fugindo por sinal, ela chega em casa e não encontra ninguém, em um rompante de raiva, joga livros, radio, tv, roupas tudo pela janela. Manda mensagens e mais mensagens para o Adam, mas nada dele responder.

Com o prognostico Tess resolve que quer morar com o Adam, então pede para seu pai que ele venha, porem no inicio nem mesmo o Adam queria, mas acaba concordando.  O fim chega aos poucos e Tess faz algumas coisas da lista. Entre elas se drogar, tomando chá de cogumelo.

Amar esse livro é pouco, é uma lição de vida, lindo demais. Ver a maneira como cada um reage a doença de Tessa, aos olhos dela, já que deve ser muito interessante ver pelo lado contrario. Ver o amor que o irmão mais novo Cal tem por ela, comprando um livro de feitiços com a intenção de afastar a morte. O amor do pai que cede para a felicidade da filha. O amor incondicional do Adam, que fica ao lado dela até seu ultimo suspiro, uma das partes mais tocantes do livro é quando o pai de Tess vai falar para o Adam ir ver tv ou qualquer coisa, mas ele diz que não pois prometeu a Tess que ia ficar com ela.

“- Vai, Adam. Nenhum de nós vai conseguir ajudar se estiver exausto.

– Não, eu não vou sair daqui.

(…)

– Sou grato a você.

– Porquê?

– Por não ter ido embora. A maioria dos caras já teria corrido vários quilômetros.

– Eu amo a Tess.”

Além da parte em que Tess e Adam iriam ter um encontro tradicional digamos, iriam sair p dançar, mas Tess tem hemorragia nasal, e acaba rejeitando a ajuda do Adam. E enquanto ela estava no hospital ele “pichou” o nome dela por todos os locais que ela iria ver. Lindo demais, OMG.

E a fofura do irmão, que poe placas mandando a morte se afastar, se amarra a ela pois ai a morte não ira vir pegar ela. Realmente lindo.

Chorei CLARO, afinal, livro muito bem escrito e lindo. Digno de todos os elogios e muito mais.

AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!

O Adam se uniu ao pódio com o Caleb e o Mitchell, seus lindos.

Leiam o livro, vale cada suspiro, lagrima, risada.

Algumas capas dele:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O livro no Brasil foi publicado pela Editora Agir.

xoxo

 

Mads.

About Mads

a bookaholic.

Posted on December 10, 2010, in bookland and tagged , , , . Bookmark the permalink. 1 Comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: